quinta-feira, 5 de abril de 2012

A Ocupação dos Insatisfeitos - Por Luiz Domingues

Que as redes sociais da internet ganharam um papel mobilizador sem precedentes na história, não resta nenhuma dúvida.

Tal como uma epidemia incontrolável, insuflaram-se diversas nações árabes recentemente, promovendo a derrocada de alguns tiranos, trazendo ventos de liberdade inimagináveis para povos oprimidos por regimes ditatoriais fechados e invariavelmente amparados por fundamentalismo religioso.

Mas não parou por aí essa avalanche de manifestações. Questão mais recente é o fenômeno do "Occupy Wall Street".

Insatisfeitos pela demora em ver soluções para o fim da crise econômica, milhares de pessoas marcharam sobre o famoso quadrilátero novaiorquino, templo da especulação e onde a palavra "Greed" (Ganância) é pronunciada como uma verdade absoluta (não é à toa que o personagem Gordon Gekko, interpretado por Michael Douglas usava esse bordão como um verdadeiro mantra : "Greed is Good", ganância é boa... no filme "Wall Street" de Oliver Stone).

E como epidemia, espalhou-se por diversas capitais mundiais, numa demonstração clara de que na mesma medida em que o comunismo foi descartado pelo apelo popular, agora é o capitalismo que esgota-se nos seus anseios, igualmente.



Recentemente li uma entrevista de um sociólogo no jornal Folha de São Paulo, alertando para uma bolha que está inflando-se rapidamente na China. 

É a bolha do consumismo desenfreado e motivado pela ascensão econômica daquele milenar país asiático. A preocupação é que estoure, pois segundo palavras dele, não há equilíbrio financeiro que segure as expectativas de mais de um bilhão de pessoas que querem viver como americanos e europeus, mas tem recursos naturais, muito menores, gerando um colapso que nem o dinheiro consertaria.

Como diria Leo Huberman em seu clássico : "História da Riqueza do Homem", a culpa é da cupidez de lucros...



Ironias à parte, é preciso ficarmos atentos aos próximos acontecimentos, pois da mesma forma que várias nações árabes se insuflaram e derrubaram ditadores até pouco tempo atrás considerados invencíveis, o movimento "Occupy Wall Street" parece ser bem mais sério, ao contrário do que certos órgãos de imprensa tentam nos fazer crer, acusando-lhe de ser meramente uma manifestação isolada de baderneiros.

A insatisfação com o sistema está no limite do tolerável e a ideia de que a "ganância é boa", parece estar ficando fora do esquadro do século XXI, tal como tantas outras ideias que ficaram para trás, registradas nos livros de história.


Matéria publicada inicialmente no Blog Planet Polêmica, em 2011.

Nenhum comentário:

Postar um comentário