sábado, 8 de setembro de 2012

Mesa Redonda : Por Que as Mulheres as Odeiam ? - Por Luiz Domingues


Os jogos vão encerrando-se na rodada de domingo, e o pós-jogo ainda monopoliza as atenções nas transmissões de rádio e algumas TV's fechadas.

Mas para desespero das mulheres, essa falta de atenção dos maridos e/ou namorados ainda não acabou, com o final dos jogos da rodada.
É o fim do domingo e o cara nem pisca diante da TV, vendo meia dúzia de homens sentados numa bancada nem sempre arredondada, falando por mais de duas horas sobre...a rodada...
Discutir a relação ? Nem ouse falar essa frase infame quando um homem está hipnotizado, assistindo pela quinquagésima vez a jogada que originou aquele pênalti polêmico...

As mulheres não entendem que o futebol sucinta inúmeros aspectos que extrapolam as quatro linhas, e os noventa minutos regulamentares.
Tão ou mais importante que o jogo em si, são os bastidores. O pré e o pós jogo podem ser muito mais interessantes que a partida, por diversas razões.

Para quem acompanha, o futebol fascina justamente por essa gama de questões análogas, que adoramos discutir por horas a fio, mas que causam ojeriza às mulheres.
Por exemplo, em volta de seu time, tem os outros times. Mulheres pensam que cada jogo se resume à ele mesmo, sem entender o mecanismo de um campeonato em termos de regulamento, tabela, tábua de classificação.

Então, ganhando, empatando ou perdendo, o seu time está num mar revolto em meio à tubarões vorazes, tornando a visão desse cenário, fundamental para o torcedor.



Quais foram os resultados dos outros jogos ? Qual a situação da tabela após essa rodada ?


E nos detalhes de bastidores, a mesma coisa. Quem recebeu cartão vermelho ? 

Quem recebeu o terceiro cartão amarelo e está suspenso para o próximo jogo ?


E isso vale para os adversários, claro. Se fulano do time "A" recebeu o segundo amarelo hoje, vou torcer para que receba o terceiro no jogo de quarta contra o time "B" e assim fique suspenso para enfrentar o meu time no domingo que vem, enfraquecendo-o.
Viu como é importante acompanhar a mesa redonda à noite ?

E as contusões, então ? Assistindo tais programas, viramos todos ortopedistas práticos...horas e horas ouvindo a discussão sobre meniscos; músculo adutor da coxa; estiramento; hérnia de disco...
E o mais delicioso de tudo : os bastidores dos clubes e federações ! 

A política; contratações; contratos com patrocinadores; o mercado da bola, e as especulações inerentes dele...

Viramos experts em cartolagem em seus obscuros meandros.

As mulheres não percebem que esses detalhes nos fascinam...
Técnicos falando de esquemas táticos ! Você gosta mais do 3-5-2 ou do 4-4-2 ? Duas linhas de quatro soltam mais os alas ? Quantos volantes de contenção você usaria ?

O seu técnico mexeu errado no time ? Demorou para mexer ? Foi humilhado pelo técnico adversário com um "nó tático" ?
E as jogadas polêmicas ? Talvez o mais enigmático e entediante momento para as mulheres nesses programas, pois como podem compreender o que afinal de contas é o "impedimento" ?

Foi ou não pênalti ? A bola entrou ou não entrou ? O árbitro foi rigoroso demais na expulsão ? Por que quatro minutos de prorrogação ? Por que ??
A conclusão é : não basta o ludopédio dos 90 minutos, pois tal como bovinos, gostamos de ruminar o futebol, ficando horas e horas discutindo tais aspectos ad nauseam...

Agora, meu amigo, torne a ler esta matéria, sob outra perspectiva. 

Pense que agora ela se chama : "Fazer Compras no Shopping, Por que os Homens odeiam".
Leia pensando que não suportamos passar horas acompanhando-as nas compras.
Pense no quanto é entediante ver sua mulher entrar em 50 lojas, experimentar tudo, fazer milhões de perguntas às vendedoras e às vezes voltar para a casa sem que tenha comprado absolutamente nada.

Pense no fascínio que elas sentem por sapatos, apesar de terem apenas dois pés como nós, e não mais de cem, como uma centopeia...
Pense como é entediante peregrinar de loja em loja, sem que ela se decida enfim em comprar algo.

Como é incompreensível que fiquem paralisadas diante de vitrines que nós nem notamos que existam...

Enfim, a resposta é essa : as mulheres odeiam as mesas redonda de futebol, pelo mesmo motivo que odiamos acompanhá-las aos shoppings !!
Tal como nós, comprar para elas é igual ao jogo em si, de 90 minutos. O mais gostoso é ruminar muito sobre a compra, assim como nós gostamos de pensar no futebol em muitos detalhes do extracampo.

Sendo assim, faça um pacto de tolerância com sua esposa ou namorada : ela vai fazer compras sozinha e gasta o tempo que quiser. Em troca, às quartas e domingos, nos deixa digerir o futebol igual à uma jiboia, por horas a fio...combinado ?


E afinal de contas : o centroavante do nosso time volta no jogo da próxima quarta, ou não ? 

Essa contusão é eterna ?

Esse "chinelinho" está me irritando...

12 comentários:

  1. A centopeia.aqui adorou o.texto mas continuo gostando de futebol e rádio que tem tudo a ver e pra mim.não precisa.ser só mesa redonda de.domingo.gosto.dos.bate-bola durante a semana tanto que.o meus ídolos São João Carlos.Albuquerque, Flavio Gomes e uma vez encontrei o Paulo Calcade num shopping e disse que gostava de todos.da Espn.e.foi.o que ele disse.que geralmente às mulheres odeiam eles!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa foi boa, Sil !

      Então reconhece que gosta de vitrines e sapatos, como toda mulher...

      Não errei na minha teoria...

      Mas seu caso é diferente num aspecto, pois como radialista, sei que admira todos esses caras do jornalismo esportivo que citou.

      Adorei a sinceridade do Calçade que sabe que no geral, as mulheres tem bode deles...

      Adorei saber que curtiu o texto e lhe agradeço por lê-lo e comentá-lo.

      Excluir
  2. E sempre um prazer ler suas matérias e vc sempre acerta na escolha dos.temas!!!!! Aguardando ansiosamente às próximas!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que legal, Sil !

      Conto sempre com sua atenção aos textos.

      Valeu !!

      Excluir
  3. Oi, Luiz.
    Você tem razão no que diz em seu texto, embora me pareceu um pouco preconceituoso com o fato de uma mulher ir a um shopping e ficar horas tentando comprar alguma coisa, e enalteceu os homens assistirem as mesas redondas de futebol.
    Atualmente, não acho que "as mulheres" não gostam de mesa redonda sobre futebol, e sim a grande maioria, talvez, mas sei de mulheres que gostam, e acompanham o campeonato, que o diga nossa comentarista Renata, ex Miss Brasil.
    Particularmente, não gosto de mesa redonda e nem de gastar horas fazendo compras em shopping. Só vou ao shopping se for para ir ao cinema. Sou bem vapt-vup nas compras. E enquanto meu marido assiste mesa redondas, eu vou fazer outra coisa que eu gosto.
    Eu não faço questão nenhuma que meu marido me acompanhe nas compras, e nem quero que ele me acompanhe, acho até que me atrapalha nas decisões. E até acontece o contrário, eu é que o acompanho em suas compras. E se o homem é um pouco vaidoso, acaba demorando também.
    E as questões que você faz, sei responder a todas. Sei o que é impedimento, pênalti, expulsões justas e injustas e,... não tenho 100 pares de sapatos!!! Risos...
    Abração para você.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Absolutamente, amiga Janete !

      Não fui preconceituoso na abordagem e lhe explico o porque :

      A minha intenção foi num tom de ironia, brincar com estereótipos e estabelecer assim em rítmo de brincadeira algumas verdades embutidas nesse conceito e acima de tudo, traçar o paralelo de que a melhor maneira de se manter uma relação legal entre um casal é mesmo respeitar um ao outro, deixando o espaço regulamentar para que cada um exerça sua individualidade.

      E finalmente, claro que existem mulheres que gostam de futebol e homens que tem paciência em acompanhá-las nas compras...

      Obrigado por ler e comentar e espero que eu tenha esclarecido o meu ponto de vista sobre a matéria !

      Excluir
  4. Belo texto!
    Senti uma certa nostalgia da mesa comandada pelo Peruzzi.
    Zé Reis.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, amigo Zé Reis !!

      Realmente, a velha guarda da TV Gazeta era bem legal. Por sorte, achei uma foto da Mesa no tempo do Peruzzi, para ilustrar a matéria.

      Abraço !

      Excluir
  5. Luiz, isso está mudando um pouco, as mulheres gostam bem mais de futebol que a 20,30 anos atrás.

    Mas eu vou te dizer que a classe de pessoas que mais abomina futebol são os gays do sexo masculino.

    Mulher ainda gosta bem mais de analisar futebol que os gays, pode ter certeza !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sua observação é muito pertinente, amigo Brian.

      Não tenho a pretensão de formular uma teoria, pois não sou psicólogo, antropólogo e tampouco sociólogo. Mas acredito que os gays mais afetados são mesmo mais arredios ao futebol por exagerarem na caricatura feminina que compõem para as suas vidas.

      E cada dia temos mais mulheres que curtem o futebol com bastante conhecimento de causa.

      Obrigado por ler e comentar !!

      Excluir
  6. Não consigo entender um monte de homem de perna cabeluda correndo, que nem doidos atrás de uma pobre bolinha, ainda mais quando termina os noventa minutos e o jogo ficou 0X0, mas aqui em casa eu libero o futebol na boa, no entanto , ele libera o cartão de crédito na boa, também! Boa troca , não acha?kkkkk...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ha ha ha...

      Realmente é incompreensível tanta paixão por ver 22 marmanjos correndo atrás de uma bolinha...

      Se um ET ver isso, vai definitivamente achar que os terrestres são completamente loucos !!

      E você pegou direitinho o espírito da matéria !! A melhor regra de convivência no casamento ou namoro é dar o espaço regulamentar para cada um...

      Obrigado por ler e comentar, Tarta !

      Excluir